Cerca de 80% das janelas é vidro e este é o elemento mais frágil das fachadas. Saiba como escolhê-lo.

Saber escolher o vidro das suas janelas é essencial para aumentar o conforto térmico e acústico e a segurança das moradias e de outros edifícios. Diferentes tipos de vidro adaptam-se a diferentes necessidades e técnicas de instalação.

Vidros diferentes para situações diferentes

Saber escolher o vidro das suas janelas é essencial para aumentar o conforto térmico e acústico e a segurança das moradias e de outros edifícios. A escolha dos vidros a utilizar nas suas janelas é extremamente importante pois diferentes tipos de vidro adaptam-se a diferentes necessidades e técnicas de instalação.

Não existe um vidro certo no abstrato; a selecção deve fazer-se à medida das necessidades e funções de cada edifício da localização geográfica e da orientação das fachadas. Obviamente, deve ter-se também em conta a legislação vigente porque a utilização de determinados tipos de vidro pode inclusivamente ser obrigatória em determinados projetos, por exemplo em  construções com grandes superfícies de vidro. são normalmente instalados vidros laminados e/ou temperados e as portas corta-fogo contêm vidros especiais não combustíveis.

Escolher o vidro em função dos objetivos a alcançar

Existem imensos tipos de vidro:

  • O vidro padrão, dito “normal”.
  • Vidros de segurança: laminados, temperados, aramadas, à prova de fogo e à prova de estilhaços.
  • Vidros de eficiência energética: duplos, triplos, de baixa emissividade, de controlo solar.
  • Vidros especiais: espelhados, de auto-limpeza, de visibilidade reduzida.

Desenvolver as características de cada um destes tipos de vidro em particular seria um exercício exaustivo e não é esse o nosso objetivo neste artigo. Contudo, apresentamos de seguida as nossas recomendações de vidros para quatro objetivos distintos. A escolha do vidro ideal far-se-á em função da priorização de cada um deles, sendo igualmente de salientar que as características e uso dos edifícios devem também ser consideradas.

Objetivo 1: Conforto no Inverno

Sabemos que procura o maior conforto possível durante o Inverno, seja no seu lar, ou no ambiente desafiante do escritório. A escolha do vidro certo é muito importante para que consiga alcançar esse conforto.

Opte por vidros duplos baixo-emissivos, que permitem alcançar um isolamento térmico reforçado até 3 vezes superior ao de um vidro normal, mantendo uma ótima transmissão luminosa.

 

Objetivo 2: Conforto no Verão

Se o seu objectivo prioritário é reduzir o calor que entra pelas janelas e aquece o ambiente interior do edifício, principalmente se as fachadas forem viradas a sul, selecione vidros duplos de isolamento térmico reforçado com elevado controlo solar, que reduzem em mais de 50% a entrada de calor.

Objetivo 3: Proteção contra o ruído

Uma vivência cada vez mais urbana e ruidosa traduz-se na necessidade de criar produtos que permitam aperfeiçoar a insonorização dos espaços interiores e, consequentemente, reduzir os níveis de ruído optimizar as condições para o descanso ou trabalho.

Se este é o objetivo essencial a alcançar escolha um vidro laminado acústico e de segurança, composto por duas ou mais chapas de vidro solidarizadas através de um ou mais filmes de polivinil butiral acústico. Para além dos ruídos exteriores, atenua também eficazmente o ruído de impacto da chuva sobre as janelas.

Objetivo 4: Poupança de energia

A poupança de energia está diretamente ligada à eficiência das janelas e à escolha do vidro, fatores que se refletem diretamente na sua fatura de electricidade e contribuem para atenuar ou agravar a sua pegada ecológica.

Para reduzir os custos com energia opte por vidros duplos ou triplos em que um dos vidros é revestido com uma fina capa transparente baixo-emissiva. No inverno esta capa retém o calor no interior da habitação; no verão, mitiga a sua entrada.

Para obter apoio especializado na escolha dos vidros para as suas janelas PVC entre em contacto com a nossa equipa.